Twitter

CUT AP > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > EM NOVA RODADA DE DISCUSSÕES, TRABALHADORES ENCAMINHAM ATIVIDADES DA GREVE GERAL NO AMAPÁ

Em nova rodada de discussões, trabalhadores encaminham atividades da greve geral no Amapá

18/04/2017

Reunidos e plenária no Sindsep, no centro de Macapá, trabalhadores e representações sindicais discutiram as estratégias para a greve geral do próximo dia 28.

Escrito por: Redação/CUT-AP

Em plenária realizada no Sindsep (Sindicato dos Servidores Públicos Federais Civis no Estado do Amapá) na tarde desta segunda-feira, 17, servidores públicos, representantes de sindicatos e centrais sindicais, partidos de esquerda, movimentos sociais e de juventude amapaenses, discutiram diversas propostas e encaminhamentos sobre as atividades da greve geral que ocorrerá em todo o país no próximo dia 28 contra as reformas trabalhista, previdenciária e contra o golpe.

A discussão contou com a participação significativa de diversas categorias de trabalhadores que discutiram, entre outras coisas, as estratégias para a grande greve geral do próximo dia 28 que passa pela paralisação completa dos serviços no setor público e no setor privado com fechamento de ruas, piquetes, panfletagem nos ônibus, nas universidades e locais de trabalho, atos públicos, entre outros.

A plenária de organização da greve geral no estado é, na verdade, um braço da organização da greve em todo o país contra o desmonte da previdência, contra a reforma trabalhista e, na interpretação da CUT, contra o golpe que abriu caminho para o governo ilegítimo de Temer com o apoio de grandes empresas e bancos nacionais e, principalmente, internacionais com a tarefa de aplicar um duro plano de ajustes fiscais que penaliza de maneira dramática o conjunto da classe trabalhadora.

Com as ações articuladas em unidade, os trabalhadores amapaenses e suas representações sindicais mostram mais uma vez que barrar as ofensivas dos governos inimigos da classe trabalhadora e do povo requer, sobretudo, a mobilização nas ruas através de uma grande greve geral unificada com todas as principais frentes de luta do estado, tal como os professores, os trabalhadores do setor rodoviário, bancários, trabalhadores do comércio, entre outros.

Nesse sentido, o dia 28 reserva mais um momento histórico de luta dos trabalhadores em todo o Brasil através da retomada das grandes mobilizações de massa que mostraram na década de 1980, por exemplo, por meio de milhares de greves, o poder da classe operária diante da tentativa de destruição de seus direitos e condições de vida mais elementares. Portanto, é necessário ir às ruas e parar o Brasil. Todos à greve geral!

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Sede Administrativa

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DO AMAPÁ
Avenida Padre Manoel da Nóbrega, 537,entre Jovino Dinoar e Odilardo Silva | Julião Ramos | Macapá | AP
Fone: (55 96) 3217.1025| www.cut-ap.org.br | e-mail: cutamapa@hotmail.com